CONE & CIA – CONETERIA*

O projeto de trabalhar no segmento de alimentação já estava nas intenções dos sócios a uma década. Porém vários estudos foram efetuados para alicerçar ainda mais as intenções e averiguar com que produto deveriam trabalhar. Na área de alimentação, podemos destacar segmentos e sub-segmentos que foram estudados na tomada de decisão para averiguar qual modelo de comércio seria adotado para iniciar as atividades, foram separados alguns sub segmentos dentro da alimentação, tais como:

1. Restaurante;
2. Mercado;
3. Carnes e Frios – açougues;
4. Peixarias – Frutos do Mar;
5. Comidas Típicas e Especializadas;
6. Conveniências e Mercados;
7. Padarias;
8. Pizzas e Massas;
9. Produtos Naturais;
10. Restaurantes e Bares;
11. Sanduíches & Grelhados;
12. Variedades alimentícias;
13. Mercado;
14. Rodízios;

Após uma analise criteriosa foram descartados alguns sub produtos, para chegar no conceito de um produto que adequá-se a regiões e principalmente transita-se livremente no mercado de Franquias, sem a necessidade de enlatar e forçar um futuro parceiro trabalhar com apenas um alimento.

CONETERIA – CONE & CIA

Criar um bom nome para o negócio não foi uma tarefa fácil. O processo pode ser tão complexo, pois visa encontrar e desenvolver uma marca vencedora. A Franqueadora trabalhou diversos conceitos para enfim definir um nome que se remetia ao produto que seria comercializado, alguns pontos foram considerados, como:
1. Pensar no posicionamento da marca.
2. Simplificar.
3. Evitou associações impróprias.
4. Nada de Modismos.
5. Atento à pronuncia.
6. Soltou a imaginação.

A Franqueadora observou que muitas empresas de sucesso da nova geração de negócios, principalmente online criaram palavras completamente novas para batizar seus empreendimentos. Nomes como Google e Flickr desafiaram o dicionário e se transformaram em grandes sucessos. Cada vez mais a Franqueadora teve que pensar fora da caixa se quisesse se destacar. A Franqueadora sabe que em um bom dicionário encontraria, em média, 400 mil verbetes. Desses, não mais que 50 mil poderiam ser utilizados como sua marca ou nomes de empresas. As opções estão cada vez mais escassas.
7. Remeter o nome principal ao Objeto Social da Franqueadora.
Primeiro: CONE & CIA

O PRODUTO

A Franqueadora visou com este projeto trabalhar com porções fracionadas em CONES. Como não queria limitar-se a oferecer apenas um produto dentro de um CONE, foi necessário inserir o prefixo & CIA, em seu nome. Assim chegaram a um nome que remete ao seu objetivo social, que é oferecer porções diversas dentro de um recipiente que facilita o manuseio e principalmente a degustação.

Salgados ou doces, o nome não limita a Rede de trabalhar apenas um gênero alimentício e sim trabalhar diversas porções e principalmente produtos tipicamente regionais.

Dentro dos CONES são oferecidos produtos como Mandioca, Polenta, Nuggets, Batata, Salgados e principalmente o Mini Churros. Este diferencial possibilita ainda o franqueado tranalhar com produtos que em sua região tem mais procura.

A PRIMEIRA CONETERIA DO BRASIL 

Remeter é tomar como referência; referir ou referir-se. A criatividade foi tamanha que a Franqueadora encontrou uma palavra que não existe no dicionário atual, porem consegue remeter-se a sua atividade principal – CONETERIA
Assim como:
Temakeria: É um fast food tipicamente japonês, que vende os TEMAKIS, ou seja, os CONES que são enrolados com arroz ou algas, e podem ter as mais diversas combinações dentro, que podem ser salmão, atum, tempura de camarão ou salmão com mousse de maracujá.

Sorveteria: Estabelecimento próprio para fabricar e vender sorvetes. Local em que se consomem sorvetes e outras iguarias, em mesinhas ou balcões.

A inserção no nome da Franqueadora CONE & CIA do sufixo CONETERIA, é extremamente fundamentado.

 

Vantagens:

Estudos, pesquisas e principalmente uma analise dos adjetivos das franquias existentes no mercado, levou seus sócios a adotarem um caminho inverso as existentes, assim surge diferenciais competitivos na essência da franquia, tais como:

1. Não cobrar pela Taxa de Franquia;
2. Registrar em cartório pela primeira vez no Brasil um ” CERTIFICADO DE ISENÇÃO DE TAXA DE FRANQUIA”, possibilitando durante um período de tempo a ausência da cobrança;
3. Estabelecer um Royalties Fixo no primeiro ano de funcionamento da unidade;
4. Estabelecer uma taxa de publicidade de propaganda fixa no primeiro ano de Funcionamento da unidade;
5. Além dos produtos homologados, liberar a inserção de um produto escolhido pelo franqueado para comercializar em sua unidade, após a homologação da franqueadora que atenda as necessidades regionalistas.
Antes de tomar qualquer atitude a Franqueadora observou uma pesquisa efetuada pelo Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital) e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), novos hábitos de consumo e as principais tendências da alimentação e os impactos delas nas diferentes atividades e setores de alimentos no Brasil, assim nasce a CONETERIA – CONE & CIA

 

fale_conosco


Compartilhe em suas redes sociais: